9 de abril de 2007

Filmes na Páscoa

Cinema? O que é cinema? Heim? Não sei do que você está falando... Não preciso nem dizer que fazem eras que não vamos ao cinema. Acho que isso todo mundo já sabe. Fazer o que, né? Mas adoramos filmes de qualquer maneira e estamos mais do que nunca freqüentando a locadora. Na quinta-feira passada, antes do feriado, passamos por lá e alugamos um pequeno pacote com cinco filmes: três para nós dois e dois pro moleque.

E por falar nisso, vocês gostam de filmes de criança? É que eu acho que, de uns tempos pra cá, os filmes infantis estão cada vez melhores. Na verdade, alguns são mais divertidos para os adultos do que para os pirralhos. Filmes como A Nova Onda do Imperador, Madasgascar e Sherk são deliciosos, recheados de piadinhas e referências a filmes clássicos. Neste fim de semana pegamos um vale muito a pena. O nome do filme é Happy Feet (leia mais aqui) e a historinha tem como personagens pinguins que passam muita graça e mensagens legais. Além disso, alguns clássicos estão sendo relançados e as crianças de hoje estão tendo a oportunidade de ver o Dumbo voando e o Capitão Gancho às voltas com o não menos famoso Jacaré (porque vocês sabem que as crianças gostam mesmo dos vilões, não dos mocinhos... afinal o Lobo-mau é muito mais interessante que os Três Porquinho...).

Enfim... Além dos infantis, assistimos filminhos de gente grande. Vou falar um pouco sobre cada um, começando do pior pro melhor, ok?

O Sol de Cada Manha: o que o Nicolas Cage (benzadeus) estava pensando quando aceitou fazer esse filme? Heim? Alguém já viu? Se viu, me explique, se não viu, não veja. Eu adoro o moço e achei que fosse ser um filminho do tipo Homem de Família, doce e com alguma mensagem, sem grandes pretensões artísticas, eu sei, mas gostoso de assistir. No frigir dos ovos não foi nada disso. Ficou mesmo num drama que tenta ser profundo, mas só consegue ser chato. (leia mais aqui)
O Sorriso de Monalisa: eu ADORO a Julia Roberts e vejo sempre seus filmes. Mas quando olhei a capa desse filme na locadora jurava que ainda não tinha visto. Fiquei intrigada e levei pra casa. Comecei a ver e, realmente, já tinha assistido. Sem problemas, vi novamente e passei uma deliciosa tarde de sábado. Recomendo. Uma bela mensagem sobre o papel da mulher. (leia mais aqui)

Flyboys: : eu ando meio reticente sobre assistir filmes de guerra. O maridão adora, mas eu não agüento mais ver sangue escorrer da TV e aquela barulheira de tiro me ensurdecendo (acho que tô fiando velha mesmo). Mas esse eu mesma sugeri que ele pegasse. Já tinham me falado que era muito legal, e depois de dois filmes água com açúcar ele merecia algo mais “masculino”. Pois eu estava enganada sobre a temática de guerra do filme. Até tem uns tiros e algum sangue, mas o que prende no filme é a sua história e a sensação deliciosa de ver os primórdios da aviação. Tem cenas que chegam a ser surreais. Vale muuuuito a pena. (leia mais aqui)
Sem mais... Bjs.

--------------------------------------------------------

Atualização

E sobre a Páscoa lá em casa... bem, foi uma delícia. Tirando o fato que eu quase "decepei" um pedaço de um dedo da mão esquerda fazendo o almoço da sexta-feira... (calma! está tudo bem... nem precisei ir ao hospital). No sábado dei um longo passeio com o moleque e descansei durante a tarde, enquanto o maridão foi ajudar o pai dele na arrumação da casa nova. No domingo fomos todos pra lá, porque além de Páscoa era o aniversário do sogrão e aproveitamos um churrasco maravilhoso (debaixo de chuva, é bem verdade). Ah, e logo cedo teve a "busca dos ovinhos", com direito a muitas carinhas de surpresa. Uma delícia, em resumo. Bjs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nós Dois Agradecemos Sua Visita

Postar um comentário